HORTIVALE comemora 20 anos colhendo frutos no mercado das hortaliças
A empresa trabalha com aproximadamente 80 variedades de Hortaliças, comercializadas em praticamente todos os Estados do Brasil.

A empresa Hortivale fruto do pensamento do pesquisador Luiz Jorge da Gama Wanderley, que dedicou a sua vida profissional ao melhoramento de Hortaliças. Não estando satisfeito apenas com os resultados na área de pesquisa pública, onde realizou a maior parte de seus trabalhos, em especial, com cebola e tomate, iniciou no ano de 1977, a sua primeira produção comercial de semente, numa área de 0,5ha de coentro, no município de Belém de São Francisco, em Pernambuco.

A partir daí, ano após ano, baseado na confiança dos agricultores e na credibilidade das sementes por ele produzidas, esta produção foi aumentando e incorporadas outras espécies e cultivares. O principal produto da empresa são sementes de hortaliças em geral, com destaque para Coentro, Cebola e Tomate, porém, demais hortaliças também compõem a produção da empresa.

Desde a sua fundação, a HORTIVALE vem crescendo um pouco a cada ano e espera continuar nesta escalada. Não estando preocupada em ser a maior, mas a empresa que busca sempre oferecer as melhores sementes e os melhores serviços aos seus consumidores. Esta evolução deve atingir também todos os seus colaboradores, que ao longo dos anos vêm conseguindo melhores condições de trabalho e vida.

A meta da Hortivale é se consolidar cada vez mais como uma empresa de referência na produção de sementes de Hortaliças de alta qualidade, que atenda as diversas demandas do mercado consumidor do Brasil e países com características climáticas semelhantes ao nosso. “Para que essa meta seja atingida está sendo realizado um trabalho constante, seja na pesquisa própria, no desenvolvimento de novos produtos ou através de parcerias e alianças com agricultores, pesquisadores, instituições de ensino e empresas internacionais. Atualmente podemos citar a parceria firmada com o CNPH/EMBRAPA para desenvolvimento de variedades de Feijão Vagem de crescimento indeterminado, sendo este o primeiro contrato de Parceria Público Privada da EMBRAPA”, disse o Diretor Geral Luiz Jorge da Gama Vanderley Júnior.

“Temos também parcerias com empresas nacionais e internacionais para desenvolvimento de produtos com alta qualidade e resistência as principais pragas e doenças que prejudicam a produção de Hortaliças. Além dos produtos oferecidos, a HORTIVALE se preocupa também em oferecer um serviço eficiente e que atenda as expectativas dos consumidores; para isso, disponibiliza profissionais que estão sempre prontos para atender as demandas técnicas requisitadas pelos clientes.”, complementou.

Ao longo dos anos, em parceria com produtores, instituições de ensino, pesquisadores e empresas internacionais, a Hortivale desenvolveu novos produtos e incorporando tecnologia e genética na qualidade da nossa linha de sementes, mantendo o compromisso de oferecer aos clientes, produtos e serviços de qualidade.

Atualmente, a HORTIVALE trabalha com aproximadamente 80 variedades de Hortaliças, comercializadas em praticamente todos os Estados do Brasil. A principal característica da HORTIVALE, independente da quantidade de produtos que trabalhe é o crescimento sustentável, baseado na manutenção do nível de qualidade na produção de sementes geradas, agregando melhorias ao Agronegócio.

A empresa que iniciou em 1991, com apenas dois funcionários, trabalha hoje com aproximadamente 60 funcionários diretos. No entanto, através do sistema de parceria na produção de sementes, gera em torno de 400 a 500 empregos por ano, nos seus campos de produção. Além do mais, as sementes são comercializadas para um grande número de produtores de Hortaliças, que é a atividade que gera maior quantidade de emprego no campo.

O fato de ser primeira empresa de sementes de hortaliças genuinamente Nordestina e atingir todo o território nacional, já é um cartão de apresentação do caráter inovador da HORTIVALE. Ao longo destes 20 anos, a empresa tem lançado produtos e tecnologias que foram aplicados por uma infinidade de agricultores em todo o Brasil. Para citar um exemplo, praticamente 80% da semente de coentro comercializada no Brasil é de variedades desenvolvidas pela pesquisa da HORTIVALE, são elas: os coentros Verdão, Tabocas e Tapacurá.

Na produção de sementes, em cerca de 20 municípios. Na área comercial, em mais de 400 municípios do Brasil. Conta com uma filial na cidade de Petrolina. Esta Unidade coordena toda a produção da empresa nos municípios de Petrolina, Cabrobó e Petrolândia, no Estado de Pernambuco, além de Juazeiro, Sobradinho, Barreiras, Canudos, Jeremoabo e Abaré, na Bahia, entre outros. Na Unidade de Petrolina, as sementes são beneficiadas, tratadas e armazenadas. Em seguida, depois de aprovada em todos os controles de qualidade, são enviadas para serem embaladas e distribuídas a partir da Unidade Matriz, no município de Pombos, em Pernambuco.

Sobre exportações dos produtos, Luiz Jorge informou que até o presente momento, a HORTIVALE tem trabalhado mais com importação de alguns produtos específicos de países como Japão, Argentina, Chile e Estados Unidos, entre outros. Provavelmente, este ano, estarão iniciando as primeiras exportações de sementes para a América Central.

No mercado do cultivo de sementes, Luiz Jorge destaca que a desinformação dos agricultores é o que há de mais prejudicial, pois explica que eles ainda são bastante carentes de uma Assistência Técnica eficiente que os capacite para absorver as novas tecnologias geradas no Agronegócio.
Em se tratando da HORTIVALE, ela disponibiliza técnicos que orientam seus produtores cooperados em todas as etapas do cultivo. No entanto, de uma maneira geral, torna-se necessário que o poder público volte a valorizar o Serviço de Assistência Técnica, fundamental para a organização e sucesso, principalmente do pequeno produtor rural.

Ao ser perguntado sobre o uso de agrotóxicos, Luiz Jorge afirma, que é um tema polêmico e bastante sério, pois a desinformação e a fiscalização ineficiente do poder público têm permitido um uso indiscriminado destes produtos que podem prejudicar a saúde pública quando usado de forma errada. E destaca que apesar de ser importante no agronegócio, o uso de agroquímicos deve ser encarado como uma atividade de responsabilidade e que deve ser realizada com todos os cuidados possíveis, obedecendo-se o que preconiza a legislação e os manuais de uso dos produtos. “Esta atividade deve ser sempre acompanhada através da supervisão de um Engenheiro Agrônomo ou outras devidamente habilitadas. O poder público deve promover campanhas de esclarecimento e treinamentos dos agricultores. O incentivo ao cultivo orgânico, aonde não se usam agroquímicos, deve ser estimulado e os esforços para financiamento de pesquisas devem ser prioritários”, disse ele.

A empresa também se encaixa nos padrões de responsabilidade social, oferecendo condições dignas de trabalho para seus colaboradores, preocupando-se também com a condição de cada um enquanto cidadão. Além do mais, cerca de 90% da produção da empresa é contratada a agricultores, que em sua maior parte faz uso de mão-de-obra familiar. Nesta produção, a HORTIVALE fornece os insumos, a assistência técnica e garante o preço de compra das sementes, tudo isso regido por um contrato de produção entre as partes. Toda a produção, armazenamento, beneficiamento, embalagem e distribuição são realizados respeitando-se, em primeiro lugar, a segurança ambiental.

Luiz Jorge diz que precisou de muita tranqüilidade e ajuda dos colaboradores da empresa e externos, para levar a empresa adiante. Como líder busca escutar e aprender sempre. “Assim podemos formar um lastro de conhecimento que pode ser transmitido aos que estão próximos, podendo então desenvolver uma liderança a partir disso”, disse ele.

Lembra com muita alegria o fato de ter trabalhado, com apenas 21 anos de idade em uma comunidade de pequenos produtores rurais de Belém de São Francisco, aonde, além de prestarmos assistência técnica e social a 25 famílias, tivemos a oportunidade de aprender mais do que ensinamos. Isso ficou marcado para sempre em minha vida. Até hoje, esta comunidade tem vivido à custa deste projeto que mudou a vida destas pessoas e a nossa também.

“Todo dia, temos objetivos a serem superados. Quando começamos a produção de sementes, juntamente com o nosso pai, não tínhamos terra para produzir e partimos praticamente do zero. Meu objetivo era trabalhar em uma grande companhia de semente ou em uma Instituição de Pesquisa. Ao final destes anos, conseguimos ajudar a construir a HORTIVALE e estamos fazendo um pouco de cada um destes objetivos. Isso não foi conseguido pensando-se em 20 anos, mas trabalhando-se um dia de cada vez. Isto nos traz bastante satisfação, conclui Luiz Jorge.

Fonte: Gazeta do Estado de Pernambuco
PÁGINA INICIAL - LISTA DE PRODUTOS - NOTÍCIAS